A ADIÇÃO

Palavras-chave - Adição, as quatro operações.

Finalidades - Compreender o mecanismo de adição.

Pré-requisitos - Saber contar na língua de acolhimento.

Materiais - Música.

Descrição - A estrutura da jangada é utilizada (ver atividades anteriores). Uma vez que os participantes tenham interiorizado o mecanismo da jangada quando a parada é dada, o instrutor pede aos participantes que formem grupos de 2, 3 ou 4 pessoas de escolha que estejam em contacto físico entre si (pode-se indicar com qual parte do corpo). Ao sinal de início dado pelo formador (ou aí, incio da música) os subgrupos formados retomam a caminhada no espaço sem perder o contacto criado. Na parada seguinte, o educador pede que os subgrupos criem um grupo maior de n pessoas, permitindo que os participantes escolham qual combinação de subgrupos usar.

Exemplo: Vamos escolher o caso de um grupo de 19 participantes. Na primeira parada há 6 subgrupos de 2, 3, 3, 3, 4, 4 pessoas respectivamente. Os subgrupos começam a andar novamente e na segunda parada o formador pede para formar um grupo de 10 pessoas. Neste ponto, os participantes podem decidir se juntar aos grupos 2, 4, 4 ou 3, 3, 4. Depois de verificar se a operação está correta, os participantes dissolvem os contactos e começam a andar sozinhos no espaço e estão prontos para um novo passeio.

Duração - Cerca de 30 minutos.

Variações - Quando os participantes tiverem uma boa familiaridade com a estrutura do jogo, podem pedir-lhes que componham os subgrupos e o grupo final e sem falar.

Observações - Esta atividade funciona muito bem se o grupo tiver uma certa familiaridade com o contacto físico.